quarta, 24 maio 2017
 
 

HISTORIA ESCOLA JOSE FALCAO

A Escola Antiga

Entrada em funcionamento: 16 de Outubro de 1972.
Inauguração oficial: Setembro de 1973 (pelo Professor Veiga Simão, então Ministro da Educação).
População escolar: cerca de 100 alunos.
Nº de turmas : 4 (1º e 2º anos).
Nº de professores: 10.
Pessoal administrativo: 1 (A Sª D. Violeta, que se encontra ainda no activo).
Auxiliares de Educação: nos primeiros 3 meses,nenhum;em Janeiro foram colocados 3 Auxiliares.
Instalações : o velho edifício da Rua do Calvário, onde funcionou também a Escola Primária e que é hoje a Biblioteca Municipal.
Nº de salas: 6.
Ginásio: não tinha; a Educação Física fazia-se no antigo campo de futebol do Mirandense; não havia Desporto Escolar.
Serviços de apoio: não dispunha de cantina, nem de biblioteca; o bar começou a funcionar um pouco mais tarde; não havia transportes escolares.
Órgão de Gestão: composto por 2 elementos: o Director, Dr. António Ramos Marieiro e a Secretária, Drª Maria Alice Ilharco.
Actividades extracurriculares: teatros e pequenas festas.

Em Setembro de 1978, a então Presidente do Conselho Directivo, Drª. Elizabete Pena, assumiu a responsabilidade de pôr as aulas a funcionar nos pavilhões (hoje inexistentes) embora as obras ainda não estivessem totalmente concluídas. Nesta data, a escola começou a funcionar no espaço que ainda hoje ocupa: a Quinta dos Melos.
Posteriormente foram criados campos de jogos; mais tarde, devido à falta de salas, foram montados os pavilhões pré-fabricados que correspondiam às salas numeradas de 20 a 24-A (na escoa antiga).
Em 1994, foi posto em funcionamento o "pavilhão novo" (hoje Bloco C), destinado inicialmente só aos alunos do Ensino Secundário.
Posteriormente foi construído o Pavilhão Gimnodesportivo, que veio evitar a saída dos alunos do espaço escolar, para a prática de Educação Física.

A Escola "antiga"


O nome da Escola: em Junho de 1972, a Direcção Geral da Administração Escolar solicitou à Câmara Municipal a indicação de um "patrono", escolhido entre figuras de projecção histórica em qualquer dos domínios do valor humano, com preferência pelos que tivessem exercido a sua acção na região e já falecido". Foi sugerido o nome de José Falcão, o qual foi aceite, passando a Escola a designar-se "Escola Preparatória José Falcão de Miranda do Corvo".
Depois da Revolução de 25 de Abril de 1974 _ e durante vários anos _ a Escola passou a designar-se "Escola C + S de Miranda do Corvo".
Só a partir de 24 de Julho de 1993, por decisão do Governo e com base numa proposta do Conselho Directivo de então, a Escola voltou a ter como patrono José Falcão, passando a denominar-se "Escola C + S José Falcão, Miranda do Corvo". No ano lectivo de 1997/98, pelo facto de incluir os três graus de ensino, e a pedido do Conselho Directivo, o nome da Escola passou para "E.B. 2,3 c/ Ensino Secundário José Falcão, Miranda do Corvo". Actualmente designa-se "Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos e Ensino Secundário José Falcão, Miranda do Corvo", sendo a Sede do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo. [Fonte: "Os 25 Anos da Nossa Escola", 1999 (Adaptado)]

 

Exposição de Fotografia Digital, no átrio do "Pavilhão Novo" (hoje Bloco C).

 


O Patrono da Escola: Dr. José Joaquim Pereira Falcão

 

     
   
  Professor de mecânica celeste e astronomia. Propagandista republicano, autor da Cartilha do Povo, de 1884. Chega a proclamar, num artigo publicado em 5 de Maio de 1891: se a Monarquia nos pode salvar, que nos salve: o nosso alvo é o país, e não o sistema.
   
     

 

José Falcão, como é conhecido, nasceu a 1 de Junho de 1841, no lugar de Pereira, concelho de Miranda do Corvo. Viveu e estudou em Coimbra.
Matriculou-se pela primeira vez nas Faculdades de Matemática e Filosofia no dia 7 de Outubro de 1857 e concluiu a sua licenciatura em Matemática em 21 de Junho de 1864.
Recebeu o grau de Doutor em 31 de Julho de 1869.
Em 3 de Agosto de 1870, foi nomeado lente substituto da Faculdade de Matemática e, no dia 8 de Maio do ano seguinte, passou a Professor Catedrático. Regeu as cadeiras de Mecânica Celeste e Astronomia. Trabalhou também no Observatório Astronómico, tendo sido nomeado Director no dia 28 de Julho de 1890.
Político republicano, lutou pela mudança do regime e defendeu alterações profundas no campo social. Colaborou em diversos jornais, tendo fundado, em 1878, o semanário republicano "A Justiça".
Publicou vários livros: uns sobre assuntos da sua especialidade, outros de propaganda republicana, como por exemplo, a "Cartilha do Povo", escrito em 1884 e que é a sua obra mais divulgada (até 1891 foram editados 55 mil exemplares).
Depois da malograda revolta republicana de 31 de Janeiro de 1891, dedicou-se à reorganização do partido republicano, no Porto, tendo escrito vários artigos políticos no "Voz Pública" e ali reuniu uma assembleia da qual saiu o Manifesto, que redigiu.
Foi proposto para deputado em 23 de Outubro de 1892.
Faleceu em Coimbra a 14 de Janeiro de 1893, com 51 anos de idade.
Homenagens póstumas: em 1894, lançamento da obra "Memória a José Falcão", com prefácio do poeta Guerra Junqueiro; placa da dua residência, em Coimbra; placa na sua casa de Pereira, terra onde nasceu; a data do seu nascimento celebra o Feriado Municipal de Miranda do Corvo(1 de Junho); o seu nome foi dado à mais destacada praça da vila e à escola; é também o patrono do antigo Liceu D. João III, hoje "Escola José Falcão" de Coimbra.

Fonte: "Os 25 Anos da Nossa Escola", 1999 (Adaptado)

D. Ximenes Belo, que visitou a nossa Escola em 2001 e a então Presidente da Escola, Drª Helena Duarte, no discurso de recepção e homenagem.

Os alunos do Clube de Música (Coro), dirigidos pela Drª Fátima Andrade, na recepção a D.Ximenes Belo.


A ESCOLA NOVA

Durante o ano lectivo de 2005/2006, a Escola "antiga" foi destruída, com excepção do então designado "Pavilhão Novo", que depois de algumas obras de recuperação, é agora o Bloco C. No espaço da "escola antiga" construíram-se 3 novos edifícios:

- Bloco A: logo à entrada da Escola, onde funcionam os serviços administrativos, o Conselho Executivo, o Bar, a sala dos alunos, a sala dos professores e dos directores de turma, o PBX, a reprografia, os serviços de Psicologia, o SASE e algumas salas de aula.

Sala dos Professores

SASE

Bar

PBX

- Bloco B: situa-se atrás do Bloco A e aqui funcionam a Biblioteca, os serviços de Apoio Educativo e salas de aula.

- Bloco C: é o antigo "Pavilhão Novo" (que se designou "Pavilhão Velho" durante as obras da escola) e agora foi promovido a Bloco C. Aqui funciona a maioria das aulas.

- Foi também construída uma Cantina, que se situa atrás do Bloco B.

A nova escola entrou em funcinamento no início do ano lectivo de 2006/2007.

O Bloco A

O Bloco B

A cantina

Os novos balneários e o campo de jogos