segunda, 17 Jun. 2019
 
 

DIA IBÉRICO DA FLORESTA AUTÓCTONE

A floresta autóctone constitui um património natural do nosso território, pelo que assume uma grande importância a vários níveis, sendo bastante relevante, não só a nível ambiental, como a nível económico e social no nosso país. Sabe-se, também, que as espécies autóctones têm várias funções, nomeadamente a amenização do clima, a conservação da biodiversidade, a preservação e melhoria da paisagem, a prevenção dos fogos florestais, a promoção de atividades de recreio e do turismo, a produção de bens não lenhosos (frutos silvestres, plantas medicinais e aromáticas, cogumelos, mel, pastoreio, caça) e a produção de bens lenhosos (madeira, cortiça).

Para nos elucidar acerca destes temas, a Dra. Dulce Margalho, dos Baldios de Vila Nova, a convite da Equipa da Eco-Escolas da EB de Miranda do Corvo, dinamizou uma palestra dirigida a todos os alunos e professores, no dia 23 de novembro de 2018, data em que se comemora o Dia Ibérico da Floresta Autóctone.

Nesta sessão, todos os intervenientes tiveram oportunidade de ver e manusear exemplares das várias espécies pertencentes à floresta autóctone e assistiram, ainda, a uma experiência realizada com duas espécies de terreno: um terreno onde predominavam eucaliptos e outro onde predominavam espécies autóctones e puderam, desta forma, constatar a diferença relativamente à permeabilidade e conservação dos mesmos.

Os mais crescidos assistiram ainda a um pequeno vídeo subordinado ao tema. Foi, de certo, um dia muito bem passado, onde se assistiu a um grande envolvimento e interesse entre todos os intervenientes. 

CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO

FLORESTA1