terça, 16 Jan. 2018
 
 

DIA MUNDIAL DA BOLOTA NO AEMC

No âmbito do Programa Eco-Escolas e do Global Action Days, no dia 10 de novembro, a E. B. de Miranda do Corvo comemorou o Dia Mundial da Bolota. Os alunos recolheram bolotas, no jardim/recinto da escola, e semearam-nas, recorrendo ao reaproveitamento de pequenos pacotes de leite escolar, com a intenção de promover e defender a Floresta Autóctone junto da comunidade escolar.

A Câmara Municipal contribuiu com o fornecimento de terra para a sementeira. Para este evento, toda a comunidade escolar foi convidada a vir vestida de verde. Para complementar esta atividade e aproveitando a comemoração do S. Martinho, as professoras e assistentes operacionais semearam castanhas.Para finalizar, a bibliotecária Maria José Vale leu a narrativa “Jaime e a bolota” de Tim Bowley.

Pretendeu-se, também, sensibilizar para o flagelo sentido este ano no nosso país ao nível dos fogos florestais, para que haja um maior investimento neste tipo de vegetação para minimizar o avanço do fogo em caso de incêndio. A floresta autóctone constitui um património natural do nosso território, pelo que assume uma grande importância a vários níveis. Para além do seu valor intrínseco, a floresta autóctone é relevante não apenas ao nível ambiental e ecológico mas também do ponto de vista económico e social.

Este dia foi particularmente gratificante contando com a presença dos elementos da Direção do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo, tendo-se registado momentos de grande confraternização e imensa alegria e boa disposição entre todos.

A equipa Eco-Escolas 10 de novembro de 2017